A base da qualidade

Artigo interessante de autoria do Senador Cristovam Buarque publicado pelo portal ada digital:

O conhecimento é um produto social e depende do número de pessoas que se instruem mutuamente por meio do intercâmbio de idéias, como em um fluxo constante de uns para os outros. Cada pessoa excluída de conhecimento pessoal reduz o potencial do conhecimento de seu país.

Ao lado de uma pessoa sem instrução, até mesmo uma pessoa com doutorado sofre um processo de “analfabetização”, uma redução do seu potencial de conhecimento. Um povo sem educação universal de qualidade não permite o pleno desenvolvimento do conhecimento no seu país.

A principal causa da baixa qualidade de nossas instituições de ensino superior é o baixo nível de conhecimento ao redor delas e, em conseqüência, dos que entram nessas instituições. Em cada 10 crianças apenas quatro terminam o ensino médio, no máximo duas delas com boa qualidade. Joga-se fora o potencial de conhecimento de seis em cada dez brasileiros. É como se, para cada dez poços de petróleo encontrados, tapássemos mais da metade. O potencial fica muito abaixo do nível que poderia ser atingido caso todos os alunos terminassem o ensino médio. No caso do conhecimento é ainda mais grave, porque a falta de concorrência com os que ficaram de fora da disputa deixa acomodados os que podem disputar vaga na universidade, visto que não precisam estudar muito.

Sobre Marcelo Akira

Professor de redes e tecnologias educacionais
Esta entrada foi publicada em Educação e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>