Open Acess (Acesso Aberto): vídeo introdutório

Este é um vídeo sobre Open Acess (Acesso Aberto), traduzido para Português do Brasil pela Bárbara Dieu, assista e conheça um pouco mais sobre o assunto:

Publicado em open acess, Pessoal | Com a tag , | Deixar um comentário

PPA Ubuntu: Personal Package Archive

Recentemente recebi um alarme falso do suporte do Banco do Brasil, que me informou que o gerenciador financeiro só poderia ser instalado com Firefox 3.6. Como estou usando Ubuntu 9.10, achei um tutorial da Internet. O comando para adicionar um novo repositório é esse:

$ sudo add-apt-repository ppa:ubuntu-mozilla-daily/ppa

Eu já tinha pesquisado um pouco sobre PPAs, que são pacotes de aplicativos pessoais, desenvolvidos por qualquer usuário Ubuntu e disponibilizados no repositório mantido pela Canonical chamado Launchpad (Plataforma de Lançamento). Na minha opinião, isso é uma grande jogada de crowdsourcing, ou seja, todo usuário passa a ser um potencial desenvolvedor. Algumas distribuições, como o Debian, também permite contribuições, porém o processo de participação é bem mais conservador.

É claro que o processo de crowdsourcing tem várias vantagens e desvantagens. As vantagens é que a comunidade é muito ágil, você encontra pacotes (PPAs) que ainda não foram lançados oficialmente (Firefox 3.6 e até 3.7, rails 3, etc); também já encontrei alguns PPAs que corrigiam problemas de desempenho do LTSP, por exemplo. A desvantagem é que aumentam-se os riscos; pacotes de má qualidade podem tornar o sistema instável.

Depois de seguir o tutorial citado e atualizar meu Firefox para 3.6 (Namoroka), fui investigar onde o comando add-apt-repository insere as referências para baixar o PPA. Para minha surpresa, não encontrei nada no /etc/apt/sources.lists, só encontrei na opção gráfica “Editar->Canais de Software” da “Central de Programas do Ubuntu”. Fiquei um pouco decepcionado, pois estou acostumado com a transparência do estilo Unix, no qual a configuração do S.O são armazenados em arquivos de texto-puro. Só achei uma referência a um comando chamado ppa-purge, também disponível via PPA. Será que não tem como fazer isso de forma mais simples, só editando um bom arquivo de texto?

Concluindo, fiquei maravilhado com o potencial dos PPAs. Não encontrei ainda uma distro tão socialmente inteligente como o Ubuntu. Se essa força de trabalho coletivo for bem aproveitada, a evolução será cada vez mais ágil, mais esperta, pois será guiada pelos próprios usuários.

Publicado em Pessoal, Software Livre, ubuntu | Com a tag , , , , , , , | 1 comentário

Minha viagem para o FISL 10

Algo muito bom no FISL é rever amigos e fazer novas amizades.Dividi o quarto com o Marcelo Fleury e o Túlio. Esta foto abaixo é do CTG 35, uma churrascaria tradicional gaúcha:

foto-ctg35

Além da tradicional picanha, eu conheci e gostei de uma carne chamada Entrecôte (pronuncia-se entrecô) ou Bife Ancho [1], a mesma que o Túlio aparece garfando.

Outra experiência bacana no CTG 35 foi o show típico. Veja alguns vídeos que eu filmei:

Este último é a Andressa (catoze), que curtiu bastante o show gaúcho, só o cabelo que ficou um pouco arrepiado depois :-)

[1] http://www.sic.org.br/mostrareceita.asp?codigo=96

Publicado em Pessoal | Deixar um comentário

Logs do MySQL

Precisei de debugar as consultas do MySQL e encontrei duas diretivas interessantes que podem ser inseridas no arquivo my.cnf:

...
[mysqld]
log=/tmp/mysql-queries.log
log-slow-queries=/tmp/mysql-slow.log

– A primeira diretiva ativa um arquivo de log que registra todos comandos SQL executados no servidor. Tecnicamente é chamado de “General Query Log”. Esta forma de configuração permitiu verificar o que um sistema web estava executando no banco de dados MySQL.

– A segunda diretiva registra as consultas que duraram mais de 2 segundos. Isto é bem útil para fins de otimização.

Publicado em Pessoal | 4 comentários

Comandos para registrar chave pública do APT

Como eu uso estes comandos diretos para resolver a mensagem de erro ao usar o apt, resolvi publicá-los aqui para facilitar a memorização e busca.

O erro é assim:

W: GPG error: http://ftp.br.debian.org etch Release: 
The following signatures couldn't be verified 
because the public key is not available: 
NO_PUBKEY 9AA38DCD55BE302B

W: There is no public key available for the following key IDs:
9AA38DCD55BE302B
W: You may want to run apt-get update to correct these problems

Estes são os comandos p/ registrar a chave pública do apt:

# gpg --keyserver pgpkeys.mit.edu --recv-key <id>
# gpg -a --export <id> | sudo apt-key add -

Onde <id> é o id que aparece na hora de instalar um pacote via distribuição baseada em Debian. No meu caso acima, o id é 9AA38DCD55BE302B.

Publicado em Software Livre, Sysadmin | Com a tag , , , | 4 comentários

Tecnologias sociais em rede para o ensino-aprendizado

Apresentação de George Siemens, bastante interessante:

Publicado em Educação, Educação a Distância | Com a tag , | 1 comentário

Adote um parágrafo

Recentemente recebi uma mensagem da Bee (Barbara Dieu) via Twitter, sobre um projeto de tradução de inglês para português chamado “Adote um parágrafo”. Achei interessante, gostaria de compartilhar a experiência:

– Adote um parágrafo é um projeto aberto para traduzir para o português e disponibilizar na rede textos sobre comunicação e internet – mais. Deixe a sua recomendação sobre quais artigos, posts, etc., devemos considerar para traduzir no futuro.

Para saber mais: http://adoteumparagrafo.pbworks.com/

Eu acompanhei alguns dias e achei a comunidade muito ágil para realizar as traduções. É uma boa oportunidade de praticar a língua inglesa e de quebra ler textos bacanas.

Os textos traduzidos atualmente são bem interesssantes, eu li um artigo de Cory Doctorow, chamado “Por que pratico copyfight?”, bastante atual para os tempos atuais, veja um trecho:

“…Há uma palavra para todas as coisas que fazemos com trabalhos criativos- todas as conversas, o recontar histórias, as canções, as dramatizações, os desenhos e as reflexões: isso se chama cultura. Cultura é algo antigo. Mais antigo que o copyright. É a existência da cultura que torna o direito autoral valioso. O fato de que temos um interminável número de canções para cantar, histórias para compartilhar, arte para ver e para acrescentar ao nosso vocabulário visual é a razão pela qual as pessoas pagam por essas coisas.

Permita-me dizer isso de novo: a razão para a existência de direitos autorais é o fato da cultura criar um mercado para trabalhos criativos. Se não houvesse mercado para trabalhos criativos, não haveria motivos para se preocupar com direitos autorais. Conteúdo não é tudo: cultura é. A razão para irmos ao cinema é termos sobre o que falar. Se lhe mandarem para uma ilha deserta e disserem para escolher entre suas canções preferidas e seus amigos, você seria sociopata se escolhesse a música.

Um imperativo da cultura é compartilhar informações: cultura é informação compartilhada. Leitores de ficção científica sabem disso: o cara à sua frente no metrô com um romance “scifi” nas mãos é parte da sua tribo. Vocês certamente leram alguns dos mesmos livros e possuem referências culturais em comum, alguma coisa para conversar. Quando você ouve uma música que gosta, a toca para as pessoas da sua tribo. Quando lê um livro que gosta, você coloca na mão de seus amigos e os estimula a ler. Quando você assiste a um ótimo espetáculo, trata de dizer para seus amigos assistirem também – ou você procura gente que já assistiu para comentá-lo…”

O texto traduzido, link do texto original e a relação dos tradutores está aqui:

http://adoteumparagrafo.pbworks.com/Doctorow01

Publicado em Educação, Pessoal | Com a tag | Deixar um comentário

Controlando largura de banda do Apache

Tenho sofrido problemas de baixo desempenho no servidor web de minha empresa. O bom sinal é que nosso conteúdo está sendo bem atraente. Todo conteúdo dos cursos é livre e atualmente é hospedado no wiki.sintectus.com, que é da cooperativa que faço parte e com a qual a Sistemas Abertos tem parceria.

Através de comandos citados em [1], diagnostiquei que tem muito tráfego de robôs que estão indevidamente baixando todo o site, provavelmente para fazer algum mirror. Minha intenção é facilitar o espelhamento do site, mas por enquanto terei que limitar a ação destes tipo de tráfego. Seguindo o artigo de Steve [2], implantei o mod_bwshare e até o momento estou muito satisfeito. O módulo já detectou 7 abusos em menos de 3 horas de execução.

Seguem algumas características:

  • monitoramento web: fornece relatório em tempo real dos acessos e abusos;
  • instalação e configuração fácil: ainda não entendi bem os parâmetros de instalação, mas aparentemente são bem simples;

O portal Viva o Linux tem outros artigos [4, 5] com a solução mod_cband, que parece ser interessante também, porém ainda não testei. Há um documento hospedado na UFRJ [6] que parece ser bem interessante, que referencia o mod_bwshare.

Publicado em Redes, Software Livre, Sysadmin | Com a tag , , , | Deixar um comentário

ASES – Avaliador de acessibilidade

A acessibilidade aos sites é um assunto importante sendo discutido pela sociedade. Ela permite que portadores de deficiência visual tenham um acesso mais adequado. O governo tem feito a sua parte. Já existe uma lei que estabelece um prazo para que sites governamentais tenham sites acessíveis. E até lá será necessário especialistas e ferramentas voltadas para acessibilidade, esta é uma notícia que reflete isso:

“A ferramenta ASES – Avaliador e Simulador de Acessibilidade de sítios permite avaliar, simular e corrigir a acessibilidade de páginas, sítios e portais, sendo de grande valia para os desenvolvedores e publicadores de conteúdo. O principal objetivo da disponibilização do ASES é fornecer instrumentos que viabilizem a adoção da acessibilidade pelos órgãos do governo e, também, pela sociedade…
[PSL-Brasil] Avaliador de Acessibilidade ASES disponível no Portal do Software Público

Para acessar o ASES deve ser realizado o cadastramento no Portal do Software Público Brasileiro. Os participantes do Portal SPB podem entrar diretamente no endereço: http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=8265263

Fonte: Portal do Software Público Brasileiro

Publicado em Software Livre, Soluções Web | Com a tag , | 1 comentário

Bluetooth no Ubuntu

Consegui montar o sistema de arquivos do meu Nokia N95 com meu Ubuntu 8.10 por meio de bluetooth. Segui principalmente as instruções contidas na postagem de Iuri Diniz. O interessante que a primeira vista pensei que não tinha funcionado pois o drive “C:”, associado a memória do celular, não permitia ler e gravar arquivos, permitia somente listar e navegar pelos diretórios; o drive “E:”, associado ao cartão microsd de 1 GB, está ok.

Publicado em Pessoal | Com a tag | Deixar um comentário